2020, 26 de Dezembro

Foi-se o Natal, acabamos de atravessar um período onde o peso da tradição é apreciável. A Lua em Touro ajudou a manter essa tradição, nomeadamente porque da tradição faz parte a mesa farta de comida… e Touro retira prazer da paparoca. Como signo fixo, as influências taurinas dão-nos pouca margem a devaneios inovadores. Mas… há sempre fases em que a tradição já não é o que era. Mais… há sempre fases em que a tradição não pode, nem deve ser o que era! E estamos numa fase com essa face! Uma face com traços de futuro. Porque com Júpiter e Saturno em Aquário, Urano, regente de Aquário, em Touro, querermos manter todas as tradições exactamente como sempre foram não vai fazer bem nenhum, nem ao amor próprio nem à qualidade de vida na matéria! Portanto assim em modo ligeiro, sem grandes pretensões, verifiquem o que é que por estes dias parece estar a manifestar-se fora do comum. Pequenos detalhes, ou grandes evidências do que já não cola na nossa experiência de vida estarão a ganhar terreno. Do que gostarmos e aplaudirmos, demos-lhes força! Do que não gostarmos, não lhes declaremos guerra, antes procurem-se as lógicas escondidas, da realidade que vai tomando forma. Esta curiosidade fará um bem gigantesco ao nosso bem estar. Aliás, com o nodo norte em trânsito pelo signo de Gémeos, saber dirigir a curiosidade para o lugar certo, abre as portas a um futuro mais promissor. E para colaborar nesta expedição, vamos ter a Lua a transitar para Gémeos, ainda hoje, pouco depois das 23.00h.

 

Share Button